Sudoe - Programme de Coopération Territoriale
UE/UE - FEDER/ERDF
  • Accueil  > 
  • Projeto > 
  • Apresentação

Apresentação

Diminuer la taille de la police (x-small).Augmenter la taille de la police (medium).Augmenter les contrastes en inversant les couleurs.La mise en forme courante correspond à celle par défaut.Ajouter aux favorisEnvoyer cette page à un amiImprimer ce document.

Um projecto transnacional

ENERMASS responde à problemática da ausência de cluster empresarial no perímetro SUDOE sobre a temática da valorização energética da biomassa (cadeia da bioenergia), com como corolário uma valorização inigualável de detritos nas PME, uma menor coerência industrial (detritos versus produtos nobres) e uma menor inovação nas soluções propostas pelas empresas do setor.

O projecto Enermass

O projeto capitaliza sobre a representação no ENERMASS da quase-totalidade de clusters regionais/nacionais cobrindo toda a valorização energética para permitir aumentar muito significativamente a transferência de tecnologias ligadas às bioenergias à escala SUDOE e garantir a viabilidade/notoriedade do cluster, verdadeira estrutura jurídica que vai ser criada na fase III, transferindo-lhe os resultados e os ativos ligados aos trabalhos executados em fases I e II.

O projeto responde :

  • Diretamente à promoção da inovação e à constituição de redes de cooperação perene num domínio técnológico, o da valorização energética da biomassa
  • Indiretamente ao reforço da proteção à conservação sustentável do meio ambiente e do meio natural do SUDOE.

Trabalhando sobre os únicos co-produtos (fora a biomassa dita « nobre »), contribui para o melhoramento da competitividade das empresas, pela valorização dos detritos delas, e para as que trabalham no domínio, por uma relação em rede com outras empresas e centros de transferência tecnológica. Focalizando-se nos detritos e resíduos, ele vai reorientar para as linhas industriais e agroalimentares os produtos nobres que são suscetíveis de lher trazer prejuízo.

Pela extensão à escala SUDOE de estruturas operacionais tendo sabido federar um grande número de atores económicos privados/públicos, ele vai favorizar a não-multiplicação de experimentações no centro deste último e, ao contrário, gerar uma disseminação de projetos replicáveis ( à semelhança do que foi feito na Alemanha com as unidades de metanização).

O cluster vai, via projetos colaborativos (pesquisa-empresas) e cooperativas (empresas-empresas), contribuir para o desenvolvimento de (outras) energias renováveis cujo carácter intermitente requer uma
complementação por « soluções biomassa », e à equilibração de redes de distribuição elétricas, destruturados por energias alternativas demais centralizadas.

Enfim, ele vai reforçar a competitividade de empresas privadas/públicas e territórios pelo desenvolvimento de projetos inovantes, a criação de start up de base tecnológica.


Partager cet article |

Chefe de Fila / Primeiro Beneficiário :

Communauté d'agglomération de l'Albigeois

Communauté d'Agglomération de l'Albigeois ALBI INNOPROD
Hôtel d'Entreprises
Direction du développement économique
8 av. Pierre-Gilles de Gennes
81000 ALBI
Midi-Pyrénées - FRANCE
Telefone : 0033 5 63 76 08 54/56